[ editar artigo]

Soluço do Bebê: O bebê soluça ainda na barriga da mãe?

Soluço do Bebê: O bebê soluça ainda na barriga da mãe?

As futuras mamães costumam receber diversas mensagens de seus bebês que ainda estão dentro da barriga. Estes sinais podem ser um chute, um movimento, uma troca de posição ou até mesmo um empurrãozinho na parede abdominal. Mas não se assuste, isso é bom, pois as futuras mamães ficam felizes e tranquilas recebendo indicações de que o bebê está bem.

Porém existem alguns sinais que o bebê passa que são pouco comuns e um deles costuma deixar as futuras mamães particularmente preocupadas. É um som ritmado acompanhado de um pequeno movimento do bebê, como se fosse um pulinho.

Não é uma das coisas mais comuns da gestação, mas esta estranha combinação, significa que o bebê está soluçando. Nada disso é motivo para preocupação pois o soluço é considerado algo normal. Então, sim, o bebe soluça na barriga.

Acontece é que algumas mulheres ficam na dúvida se esse soluço não pode ser perigoso quando passa a acontecer de forma mais constante. Então, continue lendo e vamos conhecer mais sobre este assunto.

Origem do soluço

Algumas gestantes observam que o soluço do bebê acontece esporadicamente enquanto outras notam que é algo mais constante. Vários fatores externos, como a alimentação da mamãe, por exemplo, podem interferir na intensidade do soluço.

Independente da intensidade ou frequência, os soluços são considerados normais e não oferecem nenhum risco para o bebê ou para a futura mamãe, e são mais comuns no final do primeiro trimestre ou início do segundo.

Com frequência os médicos percebem que o bebê está soluçando durante a realização do ultrassom, mas é bem mais comum que o soluço ocorra quando a gestante se alimenta ou come um doce.

Esta ingestão de alimento representa uma dose de energia que o bebê recebe. Com isto ele se movimente mais e, às vezes, pode até ficar um pouco mais agitado.

Fique tranquila, isso não significa que seu bebê quer sair “antes da hora”, como algumas grávidas chegam a pensar. O processo é apenas uma consequência da quantidade de energia que mãe lhe passou através do alimento, principalmente no caso de ingestão de carboidratos.

O soluço é um movimento natural e indolor que está ligado ao diafragma que é o músculo principal relacionado com a respiração. O soluço serve como um treinamento para que o bebê possa usar o aparelho respiratório após seu nascimento.

Dessa forma, como podemos constatar, o soluço não é um problema e sim um sinal de que está tudo bem, tanto para a mamãe quanto para o bebê.

O que fazer quando se percebe o soluço do bebê?

Algumas grávidas conseguem perceber se o movimento na barriga é natural e rotineiro ou se é um movimento relacionado com o soluço. Vale lembrar que o movimento do soluço produz uma batida rítmica e pequenos espasmos. Isso pode gerar, por vezes, uma sensação de incômodo para algumas mulheres, entretanto, a maioria delas adora sentir essa sensação que os movimentos lhe proporcionam.

É importante ressaltar que após movimentar-se muito, pode ocorrer de o bebê ficar parado por horas. Isso não é motivo para preocupações e só significa que ele está tirando sua soneca.

Essa parada geralmente acontece quando a mãe está se mexendo e em movimento, como em uma caminhada, por exemplo. Os movimentos ritmados dos passos dão ao bebê uma sensação de que ele está sendo embalado. O contrário também é verdadeiro, quando a mãe para, e principalmente quando deita, o bebê se movimenta.

O mais importante é ficar tranquila quanto aos soluços, afinal eles são normais, não há como pará-los e podem chegar a durar horas. Esse é um movimento normal e necessário para a formação do seu bebê.

Simplesmente relaxe e espere passar e, se for possível, deite-se num lugar confortável que auxilie nos movimentos e curta este momento que é só seu e do seu bebê.

É verdade que bebês podem ouvir desde o útero da mãe?

SIM! O bebê pode ouvir enquanto ainda esta na barriga da mamãe!

O sentido da audição é desenvolvido muito antes do nascimento. Ainda no útero, o bebê é capaz de ouvir os sons dos batimentos cardíacos da mãe e as vibrações da voz dela.

Ao nascer, os pequenos já desenvolveram uma boa compreensão e reconhecimento do som. Nos primeiros dias, eles se acostumarão a ouvir a voz dos parentes mais próximos e logo serão capazes de reconhecê-las. É interessante notar que, já nessa época, a voz da mãe exerce um efeito calmante para o neném.

A experiência com sons no mundo externo ao útero será muito importante para a compreensão da língua materna e desenvolvimento posterior da fala. Com o passar do tempo, o bebê começará a distinguir os fonemas (unidades pequenas de sons de uma palavra) desse idioma e tentará reproduzi-los. Logo, ele compreenderá o significado das palavras e entenderá o tom do discurso dos pais – de censura ou elogio, por exemplo.

É preciso lembrar que o ouvido do recém-nascido ainda é muito delicado. Por isso, não exponha seu filho a ruídos muito altos. Isso pode causar irritação e até dor.

Converse e cante para o seu bebê!

Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123
Comunidade Bebê 123 Seguir

Redação Bebê 123

Ler matéria completa
Indicados para você